Mariana Torres OB

Cesariana

A precisão do bisturi na pele. O sangue quente escorregadio nas luvas. A fluidez através das várias camadas. A sincronia dos gestos da equipa, como uma orquestra afinada. A mão dorida depois de sair a cabeça do bebé. Um choro, o alívio. “Chegaste bebé.” O encerrar e juntar de todas as peças, com tranquilidade e vislumbres ocasionais de uma família que se descobre. A cicatriz, finalizada com todo o cuidado, que ficará para sempre. A maravilha de, em segurança, abreviar encontros que não poderiam ser de outra forma.

📸 obrigada à grávida (aqui já puerpéra) que se lembrou de me fotografar da perspectiva dela ❤️

Espalha a mensagem:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.